Olímpia recebe mais de R$ 500 mil para o Fundo Municipal de Assistência Social

A secretária de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Célia Parnes, assinou na tarde desta quarta-feira, 13 de março, o repasse de R$ 19.917.096,03 para 93 municípios das regiões administrativas de Ribeirão Preto, Barretos, Araraquara e Franca. O prefeito Fernando Cunha e a secretária de Assistência Social, Cristina Reale, estiveram presentes no evento, realizado no auditório Meira Júnior, do Theatro Pedro II.

No início de sua fala, a secretária Célia Parnes pediu um minuto de silêncio em homenagem às vítimas da tragédia na Escola Estadual Prof. Raul Brasil, ocorrida na manhã desta quarta-feira, no município de Suzano, e falou da importância do trabalho realizado pelo Governo do Estado e gestores municipais na área de desenvolvimento social.

“É muito importante esse encontro ‘olho no olho’ para que enxerguemos a vontade de parceria, de fazermos ações juntos. Há uma vontade do governo estadual, uma determinação, para que os secretários não fiquem apenas nos gabinetes. É preciso ir a campo, conhecer as pessoas e trocar experiências, demandas e necessidades. Isso nos aproxima muito e permite o conhecimento das particularidades de cada região”, disse a secretária.

“Acredito neste novo modelo de gestão que envolve a descentralização para os municípios, a coparticipação do poder privado, do empresariado e, ainda, muita eficiência, transparência, inovação e velocidade”, concluiu.

Para Olímpia, os repasses totalizam R$ 524.599,09, sendo que R$ 281.599,09 serão destinados ao Fundo Municipal de Assistência Social para utilização em programas de proteção social básica e proteção social especial, além dos repasses para APAE (R$ 102 mil), Abrigo São José (R$ 105 mil) e Ong Humanizar (R$ 36 mil).

Os municípios aplicarão o recurso liberado em uma rede de proteção que reúne 1.349 serviços socioassistenciais de acolhimento e proteção às crianças, jovens e idosos em situação de vulnerabilidade social. Os recursos serão destinados para as três unidades do CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social, Casa Abrigo e Casa de Passagem, equipamentos sociais que atendem famílias em situação de vulnerabilidade social e também já em risco social e/ou com direitos violados.

“O município de Olímpia possui toda uma rede de proteção social básica e especial com 11 equipamentos sociais para atendimento a população, com equipes técnicas de referências, garantindo atendimento com qualidade as famílias em situação de vulnerabilidade e exclusão social. O repasse de recursos do Governo do Estado contribui muito com o município e com as entidades sociais, que realizam trabalho de excelência nos serviços prestados a comunidade. A composição do orçamento para execução da política pública de Assistência Social no município é composto por 82% de recursos próprios, 11% de recursos federais e 7% de recurso estadual, isso demonstra o comprometimento do prefeito Fernando Cunha com o social”, disse a secretária Cristina Reale.