Caixa Federal pretende vender áreas de loterias, seguros, cartões e gestão de recursos.

A venda das áreas de loterias, seguros, cartões e gestão de recursos vem sendo discutida pela diretoria da Caixa Federal desde 2019 e tem desagradado funcionários e sindicato da categoria.

O presidente da Caixa, Pedro Duarte Guimarães, disse que a ideia não é vender 100% da participação da Caixa, mas fazer uma abertura de capitais aos poucos, começando pelas loterias. De acordo com Guimarães, até junho de 2020 quatro subsidiárias estarão com capital aberto. A possibilidade da terceirização da gestão do FGTS também está sendo discutida.

Para o Sindicato dos Bancários, a venda dessas áreas pode acarretar sérios prejuízos, uma vez que são as áreas que mais dão lucro ao banco.

“Neste mês de janeiro estamos comemorando 159 anos da Caixa Econômica Federal, sem ter muito o que comemorar. Estão falando que algumas áreas da CAIXA, como as loterias, os seguros e os cartões serão vendidas. Falam ainda que querem tirar o FGTS da CAIXA e privatizar a sua gestão. Mas são justamente essas áreas que geram mais lucro para o banco” disse Hilário Ruiz, diretor do Sindicato dos Bancários.

Ruiz alerta ainda, que “é por meio delas que a CAIXA financia o sonho da casa própria, do acesso à faculdade com o Fies e do crédito mais barato. É por intermédio delas também que saem os recursos para o Minha Casa Minha Vida, o maior programa habitacional do Brasil. Parte do dinheiro arrecadado com as loterias é aplicado no esporte, na cultura e na segurança”.

População de baixa renda pode ser a mais prejudicada.

“Com a venda dessas áreas e a retirada do FGTS, o Brasil todo perde. Mas a população de baixa renda é a que será mais prejudicada com o fim do seu acesso ao sistema financeiro, ao crédito, à poupança e a outros serviços. Não podemos deixar isso acontecer. Vender as áreas mais lucrativas da CAIXA é jogar dinheiro fora. O seu dinheiro. Reaja. A CAIXA é toda sua” finaliza Hilário Ruiz.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Publicidade

Verifique sua conexão com a internet