Farmácia Municipal inicia projeto de entrega de medicamentos a domicílio

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Atendendo a lei Municipal 74/17 de autoria do vereador Hélio Lisse Júnior(PSD) e com objetivo de proteger pacientes idosos, acamados e com comorbidades e evitar aglomerações, a Farmácia Municipal, da secretaria de Saúde de Olímpia, iniciará, nesta sexta-feira (3), a entrega domiciliar de medicamentos da Relação Municipal de Medicamentos (REMUME). A medida, nomeada “Remédio Já”, se dá em decorrência da situação de emergência causada pela Covid-19.

Para receber o medicamento em casa, é preciso solicitar por meio do aplicativo do Cartão Cidadão Conectado, enviando uma imagem da receita pelo aplicativo. A estratégia de implantar esta ação é fazer com que pacientes do grupo de risco não fiquem expostos ao buscar os medicamentos.

O setor ressalta que os medicamentos provenientes do Programa Alto Custo e ações judiciais devem continuar sendo retirados na Farmácia Municipal, devido à obrigatoriedade da retirada presencial, além dos remédios controlados (Portaria Nº 344, 344, de 12 de maio de 1998, do Ministério da Saúde).

Para utilizar o serviço, o morador deve instalar, primeiramente, o Aplicativo Cartão Cidadão Conectado (CCC – Olímpia), disponível na Play Store ou Apple Store, e fazer o cadastro, digitando o número do Cartão Cidadão no campo CARTÃO CIDADÃO ou CPF e sua senha. Caso seja o primeiro acesso a senha é a data de nascimento, conforme descrito no aplicativo.

Feito o processo do cadastro, basta o morador registrar a solicitação do “Remédio Já”, preenchendo os campos necessários.

O vereador Hélio Lisse J., autor da lei municipal que garante a entrega domiciliar dos medicamentos destacou a importância do projeto.

“Após várias conversas com o prefeito e secretário de saúde conseguimos colocar a lei em funcionamento. Tenho certeza que irá beneficiar diversos pacientes com mobilidade reduzida, além de contribuir com a redução de aglomerações na farmácia municipal neste momento de pandemia da covid-19. Nosso objetivo propondo a lei foi garantir e facilitar o acesso das pessoas cadeirantes,  idosos, acamados e portadores de deficiência a ter acesso aos medicamentos sem precisar sair de casa, e com o projeto “Remédio Já” creio que alcançamos nosso objetivo”, destacou o vereador Hélio Lisse.

 

 

Confira o passo a passo na arte em anexo.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Entrega domiciliar de medicamentos, Hélio Lisse, Saúde Olímpia, vereador Hélio Lisse

Publicidade

Acompanhe as últimas informações oficiais de Olímpia sobre o coronavírus