Ministério da Cidadania lança concurso de vídeo para jovens de 12 a 18 anos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

O Ministério da Cidadania quer incentivar jovens de todo o Brasil a exercerem a criatividade, mostrarem seus talentos e darem um primeiro passo em um dos setores que mais crescem no mundo – o audiovisual. Para isso, lançou o Prêmio #amorpeloBrasil, que vai selecionar 351 vídeos produzidos com celular por jovens de 12 a 18 anos de todos os estados do País e do Distrito Federal sobre iniciativas que contribuam para a melhoria de vida dos moradores de suas comunidades. Cada um dos vencedores vai receber de R$ 3 mil a R$ 20 mil. As inscrições podem ser feitas até as 12h do dia 12 de novembro neste link.

“O edital é uma convocação da juventude para a arte, para mostrar os seus talentos artísticos e criar um espetáculo de beleza, de enaltecimento do amor pela pátria, do amor pelo Brasil para todos os órgãos brasileiros”, afirma o ministro da Cidadania, Osmar Terra. “Além disso, é uma oportunidade para os jovens terem um primeiro contato com o setor audiovisual e, quem sabe, no futuro, poderem trabalhar com cinema, tevê ou mesmo tornarem-se youtubers”, destaca.

No total, serão oferecidos R$ 2 milhões do Fundo Nacional da Cultura (FNC) aos contemplados, entre prêmios diretos e capacitações. A seleção, promovida pela Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cidadania, vai funcionar em duas etapas: na primeira, os doze melhores vídeos de cada estado e do Distrito Federal receberão R$ 3 mil. Na segunda etapa, os vídeos classificados em primeiro lugar em cada uma das 27 unidades da Federação serão novamente avaliados e o primeiro lugar vai receber R$ 20 mil; o segundo, R$ 15 mil; o terceiro, R$ 10 mil; o quarto, R$ 8 mil; e o quinto, R$ 6 mil reais. Os premiados que ficarem entre o sexto e o vigésimo sétimo lugares vão receber R$ 5 mil.

As obras audiovisuais inscritas devem ser gravadas em celular, publicadas em plataformas digitais gratuitas e de livre acesso, como Youtube, Dailymotion e Vimeo, ter duração mínima de um minuto e máxima de dois e abordar temas relacionados à promoção da cidadania. É vedada a inscrição de vídeo que aborde discurso de ódio e discriminatório, bem como propaganda política partidária, entre outros itens.

“Imagine um vídeo que tenha como base o amor que tu sentes pelo Brasil, o amor que nossa gente sente pelo país em que vive e faça esse vídeo. Você pode, de repente, se revelar como um grande diretor de cinema, um grande roteirista, uma pessoa com um talento que vai ser premiado e reconhecido depois. Pode ser chamado para outros desafios na área artística”, destaca o ministro Osmar Terra.

O secretário do Audiovisual do Ministério da Cidadania, Ricardo Rihan, ressalta que o setor audiovisual se destaca economicamente e merece ser reconhecido e valorizado. “O audiovisual é um setor estratégico, importante e que oferece as mais diferentes formas de atividade profissional. Então, estou muito feliz com essa iniciativa e acho que vai ter um impacto bastante importante na sociedade brasileira”, defende.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
cidade de olímpia, concurso de vídeo, Informação Olímpia, Informações de Olímpia, jornal, Jornal de Olímpia, jornal em olimpia, Jornal Olímpia, menina moça, Ministério da Cidadania, notícias, noticias da cidade de olimpia, Notícias de Olímpia, notícias em olímpia, notícias olimpia, Olímpia, olimpia 24 horas, principais noticias de olímpia, site de noticias olimpia, Voz de Olímpia, Voz Olimpiense

Publicidade