Olímpia registra queda de 87% nos casos de dengue no primeiro trimestre deste ano

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Mesmo enfrentando a situação de pandemia do Covid-19, a Prefeitura da Estância Turística de Olímpia segue agindo contra um velho conhecido da população, a dengue. E os esforços para conter a proliferação do mosquito e o aumento de casos são comprovados pelos dados da secretaria de Saúde, que mostram uma redução de 87,44% nos casos positivos este ano em comparação com o ano passado.

Segundo o balanço, no primeiro trimestre de 2019, o município registrava 215 casos positivos da doença em moradores locais. Já este ano, o número é de apenas 27 casos. A redução pode ser atribuída à decorrente intensificação de medidas de bloqueios, nebulizações e campanhas para orientar os moradores sobre os riscos da doença e da proliferação do mosquito.

As notificações também sofreram uma redução brusca. Enquanto em 2019, 892 pessoas procuraram atendimento suspeito de dengue, em 2020, o número é de 266, o que representa uma diminuição de mais de 70%. Realidade também que coloca Olímpia com desempenho no controle da doença em destaque em relação a muitas cidades da região, que enfrentam epidemias.

A Saúde destaca que o setor de Controle de Vetores segue realizando os trabalhos de visitas domiciliares, porém como forma de prevenir o contato com os moradores, estão apenas vistoriando os quintais e orientando os cidadãos a mantê-los limpos, aproveitando ainda que muitos moradores se encontram em casa durante a prevenção à Covid-19.

Os dados do setor demonstram que no primeiro trimestre foram visitados 43.555 imóveis. Nas visitas foram encontrados 15.364 recipientes, dos quais 9.608 tinham água parada e 1.206 apresentavam larvas criadouros. Em relação aos imóveis nebulizados, o balanço apresenta que já foram feitas 16.598 ações. O trabalho diário do controle da doença conta ainda com o reforço dos novos Agentes de Combate às Endemias contratados por meio de processo seletivo pelo município.

De acordo com o secretário de Saúde, Marcos Pagliuco, é preciso manter as ações e intensificar o cuidado com quintais e eliminar criadouros. “Estamos passando por uma situação de alerta mundial devido à Covid-19, que mobiliza todo o serviço de saúde. Então não podemos nos descuidar da dengue, imagina um aumento de casos e a necessidade de uso de leitos. Podemos fazer nossa parte que é cuidar dos quintais e eliminar criadouros. Como os moradores estão sendo orientados a permanecer nas residências, se cada um fizer a sua parte continuaremos com números baixos nos casos de dengue”, salienta Marcos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Dengue, Marcos Pagliuco, Olímpia

Publicidade

Acompanhe as últimas informações oficiais de Olímpia sobre o coronavírus