Prefeitura repudia “Fake News” sobre valor da gasolina em Olímpia.

A prefeitura de Olímpia emitiu uma nota no final da tarde desta sexta-feira(27) repudiando uma “notícia” publicada no site “Jornal do carro” do Estadão sobre valores de combustíveis praticados na cidade.

Na matéria, cujo título diz “Cidades turísticas chegam a ter gasolina acima de R$ 6 por litro”, o Jornal publicou que com base nas informações da empresa ValeCard, “o combustível mais caro, R$ 6,64 o litro foi encontrado em Olímpia, no interior de São Paulo, onde há resorts e parques aquáticos”, o que não condiz com a realidade.

Em nota, a prefeitura de Olímpia afirmou que no mês de dezembro, o preço da gasolina em Olímpia custou em média R$ 4,31/litro. Nesta sexta-feira(27), a prefeitura realizou um breve levantamento nos estabelecimentos do município e constatou que os valores da gasolina estão entre R$ 4,24 a R$ 4,68/litro, contradizendo o ranking divulgado.

Confira a nota na íntegra:

“NOTÍCIA COM BASE EM LEVANTAMENTO DA VALECARD MENTE SOBRE OS VALORES DA GASOLINA COBRADOS EM OLÍMPIA

A Prefeitura da Estância Turística de Olímpia vem a público repudiar levantamento feito pela empresa ValeCard que colocou o município como a gasolina mais cara dos destinos turísticos do país. Tal classificação errônea ganhou repercussão nos principais veículos de comunicação do Brasil, deturpando a realidade dos preços do combustível praticados na cidade.

Cabe ressaltar que, de acordo com os dados a Agência Nacional de Petróleo (ANP), a média praticada nos 21 postos de Olímpia – no mês de dezembro – é de R$ 4,31/litro, valor bem abaixo do que foi divulgado pela ValeCard de R$ 6,64, o que representou um acréscimo mentiroso de quase 65% no preço cobrado atualmente.

Em um breve levantamento feito nos estabelecimentos do município, nesta sexta-feira (27/12), os valores encontrados vão de R$ 4,24 a R$ 4,68, contradizendo o ranking divulgado e que – na realidade – exclui Olímpia da lista das 10 cidades com gasolina mais cara.”

Cidades Catarinenses foram “beneficiadas pelo ranking”.

No mesmo ranking, foi divulgado “as 10 cidades com gasolina mais barata”, sendo que de 10 cidades, 7 são Catarinenses.

O Deputado Geninho Zuliani também repudiou a notícia e classificou as informações falsas como “golpe baixo”.

No início da noite o jornal corrigiu as informações, publicando novo ranking onde a cidade de Gonçalves (MG), lidera com preço da gasolina a R$ 5,49 o litro, segundo o site.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Publicidade

Verifique sua conexão com a internet