Saúde de Olímpia conquista programa para tratamento domiciliar de pacientes

Em busca de aprimorar os atendimentos oferecidos aos cidadãos da Estância Turística de Olímpia e expandir os serviços de excelência em saúde, a Prefeitura, por meio da secretaria de Saúde, foi contemplada com o programa federal “Melhor em Casa”. A conquista contou com o apoio do deputado federal olimpiense, Geninho Zuliani.

O programa atenderá pessoas que apresentam dificuldades para procurar ajuda médica nas Unidades de Saúde ou que estejam em tratamento domiciliar, evitando hospitalizações e diminuindo riscos de infecções. O objetivo é proporcionar tratamento contínuo aos pacientes no conforto da casa e com ajuda da família.

O prefeito Fernando Cunha explica que o programa também evita algumas internações hospitalares e as filas dos serviços de urgência e emergência. “Essa é uma conquista muito grande para os olimpienses, pois o “Melhor em Casa” facilita o atendimento não só de pessoas com doenças crônicas ou em situação pós-cirúrgica, como também portadores de deficiência e idosos”, afirma.

Publicado no Diário Oficial da União (DOU), na Portaria nº 3.654 do Ministério da Saúde, o programa contemplará o município com R$ 672.000,00 por ano em duas modalidades, a EMAD (Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar) e a EMAP (Equipe Multiprofissional de Apoio). A EMAD, que contará com um custeio mensal de R$ 50 mil, tem como finalidade capacitar as famílias para o cuidado do paciente. Já a EMAP, que terá um custeio de R$ 6 mil por mês, é responsável pela equipe de apoio, que pode ser composta por profissionais médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeuta.

De acordo com o secretário de Saúde, Marcos Pagliuco, a conquista é fruto de um trabalho conjunto da administração com o Governo Federal. “Almejávamos este programa faz algum tempo. Em todas as visitas em Brasília levamos o “Melhor em Casa” em pauta. Com o apoio do deputado federal olimpiense, Geninho Zuliani, que esteve com a gente nas reuniões, o pedido do município foi deferido e agora vamos estabelecer os trâmites para a inserção do programa e o mais breve já estará disponível à população destinada”, explica Marcos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Publicidade

Verifique sua conexão com a internet